Doula, Plano de parto, Trabalho de parto | Biah Baby Enxoval de Bebê e Infanto

Doula, Plano de parto, Trabalho de parto

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest

Olá, meu nome é Natalia, sou enfermeira e doula e estou me especializando em obstetrícia e sou do Grupo Aurora materna.

Nós vamos falar sobre a Doula, sobre plano de parto, as fases do trabalho de parto que dão muito medo em qualquer gestante, eu tenho certeza que você vai adorar esse nosso bate papo!

Você sabe o que é uma doula?

A doula é a profissional que oferece apoio físico, emocional e informativo a gestante ou o casal grávido durante toda a gestação até o pós-parto. O seu trabalho está intimamente ligado a humanização do parto. Antes dele, ela tem a responsabilidade de ouvir essa gestante e saber o que ela deseja para o nascimento do filho dela, e após isso se inicia uma preparação para esse parto com inúmeras orientações como:

  • O direito da gestante;
  • A importância da preparação do períneo para o trabalho de parto;
  • As fases do trabalho de parto;
  • Livros e grupos de apoio;
  • Desfaz mitos que as pessoas ficam falando na nossa cabeça;
  • E muito mais!

  • É muito importante lembrar que:

A Doula não é uma profissional obstétrica, ou seja, ela não faz nenhum procedimento técnico como, toque vaginal, ausculta dos batimentos dos bebês, não afere sinais vitais assim como também não vai interferir no papel do profissional médico ou enfermeiro.

Ela não decide qual será o parto da gestante e nem que intervenções ela pode ou não ter, vai acompanhar e andar junto com a gestante, somente fortalecendo ela nas próprias escolhas.

  •  Importantíssimo:

A doula não substitui o pai ou acompanhante escolhido pela mulher durante o trabalho de parto, ela é algo particular, é importante que você escolha alguém que tenha mais afinidade, que se sinta confortável para conversar com sobre suas angústias e medos, pense nisso: “Essa pessoa que eu quero do meu lado no momento mais importante da minha vida? ”

Essa profissional vai fazer de tudo para que você e a sua família tenham a melhor experiência de parto possível, a hora do parto é o momento mais importante e é onde a doula entra em ação!

  •  O que que ela faz?

Ela irá ajudar a parturiente, que é a mulher que está parindo a encontrar posições confortáveis para parir, ela irá utilizar todos os métodos não farmacológicos, como coloca-la na bola, levar para o chuveiro, fazer massagem, ela vai também incluir o pai durante esse trabalho de parto. São inúmeras as coisas que a doula pode ajudar nesse momento!

Segundo alguns estudos, a presença da doula reduz a chance de ter uma cesárea, a duração do trabalho de parto, pedidos de analgesia, o uso de ocitocina, o uso de fórceps, além dela ajudar na interação entre a mamãe e o bebê e ainda aumenta as chances de sucesso na amamentação!

Após o parto ela ainda irá até a casa da gestante para ver se a família está precisando de alguma ajuda, principalmente com apoio a amamentação e com cuidados com o recém-nascido.

Plano de parto:

  • Como esse documento pode fazer diferença durante o momento mais importante da sua vida, o nascimento do seu bebê?  

O plano de parto é uma carta, ou uma simples lista, onde você coloca tudo que você gostaria ou não gostaria, que fossem realizados no seu parto, seja ele cesárea ou parto normal. Ele é mais do que um documento legal, ele serve para que você reflita juntamente com seus familiares e quem vai te acompanhar nesse parto e durante todo o processo de nascimento.

Além de deixar bem claro suas preferências para a equipe que vai acompanhar você, evita imprevistos e intervenções desnecessárias e conversar com seu médico ou doula sobre cada passo do trabalho de parto.

O plano individual de parto é extremamente importante para os casais grávidos, pois nele são depositados todas as expectativas e informações para o parto desejado, como:

  • O nome do companheiro;
  • O nome do obstetra e pediatra;
  • O tipo de parto, normal ou cesárea;
  • Se durante o parto normal você deseja se movimentar;
  • Sobre os procedimentos médicos que vão ser realizados (episiotomia, manobra de kristeller, medicamentos para dor, posições que você gostaria de parir, quem irá cortar o cordão umbilical)

Nós nos preparamos para inúmeros momentos nas nossas vidas, casamentos, formaturas, festas, por que não nós nos prepararmos para esse? Essa é uma forma de estarmos seguras e preparadas para esse momento tão importante.

O que é Pródromo?

Começou a sentir algumas dores, desconforto, contrações e acha que entrou em trabalho de parto? Talvez não, talvez você esteja em pródromos!

Pródromos são contrações curtas e irregulares, as curtas duram em média de 30 a 40 segundos, e são irregulares pois vem a cada 5 / 10 / 7 minutos e por assim vai. Existe sim um desconforto, uma cólica forte, mas não uma contração efetiva do trabalho de parto.

Os pródromos não fazem alteração nenhuma no colo uterino, a mulher não dilata, e é por isso que muitas vezes inúmeras mulheres vão correndo para o hospital, pegam a malinha de maternidade e corre pra lá, e infelizmente o médico fala que ainda não é a hora, é uma fase do trabalho de parto.

  • Como que eu vou saber se eu estou em trabalho de parto ou em pródromos?

Se a mulher consegue comer, conversar, ela está de bom humor, ela ainda não está em trabalho de parto, ainda não é a hora! Uma dica de uma doula maravilhosa, a Gisele Leal é “ antes de sair correndo para o hospital, igual aos filmes de Hollywood, vamos tomar um banho relaxante, de aproximadamente 60 a 65 minutos, ou essas contrações e desconfortos vão parar, e ai você estava realmente em pródromo, ou a outra opção é que essas dores vão aumentar e ai você está em trabalho de parto”.

No final da gestação, a maioria das mulheres falam que já estão cansadas, e que estão loucas para conhecer seus bebês, tão esperado por todos! Mas os pródromos querem dizer também que o parto está próximo de chegar, pode ser que demore algumas horas ou alguns dias, mas ele está próximo.

Mesmo assim, nós vamos te dar algumas dicas para passar por esse momento, o que você pode fazer?

  • Faça o que você gosta;
  • Fique perto de quem você gosta;
  • Tire fotos;
  • Despeça dessa barriga, porque logo você já estará com seu bebê no colo;
  • Tome aquele banho de 60 a 65 minutos;
  • Tente dormir

Porque quando você entrar realmente em trabalho de parto aí sim você vai precisar de toda a disposição do mundo, e se depois disso você conseguir perceber que você realmente estava em pródromos, meus parabéns, nós nos vemos na próxima fase!

Fase Latente e Fase Ativa:

  • Fase Latente:

Nesse período o colo da mulher é trabalhado, ele vai afinar e começar a dilatação, de 0 a 3cm, isso quer dizer que as contrações nesse período serão mais espaçadas, elas não vão ter um ritmo certo, terão uma duração de aproximadamente 40 a 60 segundos.

Nesse período o humor da mulher ainda é bom, ela conseguirá comer, conversar e até dormir entre uma contração e outra. Mas como já inciamos o trabalho de parto, é bom começar a se despedindo da barriga, como nós estamos no inicio do trabalho de parto, tente ficar em casa, relaxar, descansar, e caso você tenha uma doula, já ligue para ela e avise que você está no início do trabalho de parto para que ela comece a se agilizar para poder te acompanhar daqui algumas horas.

  • Fase Ativa:

As contrações agora que eram espaçadas, começam a ser frequentes e ritmadas, como se fosse um relógio, ela terá contrações de aproximadamente 4 minutos ou menos, com duração de 60 a 90 segundos. As contrações vão aumentando a intensidade de acordo com a evolução do trabalho de parto.

Vocês lembram que eu havia comentado que na fase latente o humor da mulher ainda era bom, então, na fase ativa há uma mudança de comportamento, a mulher agora não conversa mais, ela quer ficar com os olhos mais fechados, começa a gemer, vocalizar, e elas as vezes não consegue comer e nem beber. Então é importante que quem estiver acompanhando essa mulher fique de olho nesses sinais.

Agora sim, se você for ter um parto no hospital, é hora de ir para a maternidade, caso você vá ter um parto no domicílio, fale com a equipe que vai te acompanhar, porque ela já tem que estar a caminho da sua residência para poder acompanhar você e o seu bebê.

Fase de Transição e Fase Expulsiva

  • Fase de Transição:

A fase de transição é dita como a fase mais difícil do trabalho de parto, porque as contrações passam a ser intensas, e elas ficam bem próximas umas das outras, e nesse momento a mulher vai falar:

“Eu não aguento mais”

“Eu mudei de ideia”

“Eu quero cesárea”

“Eu vou morrer” (rs)

É muito importante que quem estiver acompanhando essa mulher tente manter ela conectada ao parto, porque essa é uma fase difícil, mas ela é curta, e isso quer dizer que o bebê está chegando, então mantenha essa parturiente conectada!

  • Fase Expulsiva:

O período expulsivo é a hora do nascimento do bebê, as contrações mudam de figura, ou seja, a relação com as contrações muda, a mulher passa a sentir uma intensa vontade de empurrar, e a cada contração que ela faz o bebê vai descendo mais e mais até que o nascimento aconteça.

Quando a cabecinha do bebê começa a sair, muitas mulheres dizem que estão sentindo um calor ou ardor na região da vagina, é a cabecinha realmente do bebê. Então é importante você tentar ficar relaxada, porque isso é absolutamente normal!

Então o momento esperado já chegou, o bebê nasceu e começam as contrações novamente, porque agora a placenta precisa sair, nesse momento é importante manter o clima do parto, para que a mulher continue liberando todos os hormônios de maneira natural, evitando assim qualquer complicação.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *